ExpressoPB

Secretária de Saúde do Município de Mari/PB esclarece medidas adotas para o atendimento na Policlínica


foto-da-materia2De volta ao comando da secretária municipal de saúde do município de Mari, na zona da mata paraibana, Emanuelle Chaves esclarece que as medidas adotas em relação ao atendimento na Policlínica Municipal são necessárias para a reorganização dos serviços de saúde.

De acordo com a Secretária, as mudanças nos atendimentos da Policlínica, foram adotadas a partir de reinvindicações dos próprios médicos da unidade e após avaliação técnica da Secretaria de Saúde. Segundo a Secretária, foi identificado que procedimentos básicos que deveriam ser realizados pelas unidades do PSF, estavam sendo executados na Policlínica de forma errônea e inadequada, sobrecarregando os profissionais com consultas excessivas e pondo em risco a qualidade do serviço prestado no atendimento de urgência. Entretanto, a gestora municipal da Saúde garante que nenhum cidadão será prejudicado por falta de atendimento, tendo em vista que a determinação da gestão é que cada paciente seja assistido obrigatoriamente e preliminarmente pela triagem na enfermagem para verificação dos sinais vitais, a exemplo de aferição da pressão arterial, glicemia capilar entre outros. Os demais procedimentos básicos como curativos, prescrição ou transcrição de receitas controladas, ou avaliação de exames devem ser realizados nas unidades básicas de saúde, onde possuem o prontuário e todas as informações para o melhor acompanhamento do paciente. Dessa forma, os médicos plantonistas da policlínica ficam liberados para os atendimentos de urgência.

“Sabemos que as alterações em todo início de gestão causam dúvidas, e até abre margem para que pessoas oportunistas tentem distorcer o real objetivo das mudanças. Mas é importante destacar que durante à noite, nos finais de semana e feriados, quando os PSFs não estão funcionando, a Policlinica fará normalmente todos os procedimentos básicos, desde que emergenciais naquele momento” garantiu a Secretária.

Emanuelle Chaves também garantiu que todas as Unidades do PSF voltaram a funcionar normalmente e dispõe de médicos para o atendimento básico nas comunidades, e que em breve a Secretaria irá disponibilizar um formulário para que os usuários possam avaliar o atendimento recebido, podendo fazer alguma reclamação ou recomendação com o objetivo de melhorar o serviço.

Da Redação
Com Assessoria
Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *