Duas rádios de Guarabira são tiradas do ar por determinação da Justiça


mesa-de-som-microfone-radioDuas emissoras de rádio de Guarabira foram tiradas do ar hoje por determinação da Justiça Eleitoral. Representações do PSDB alegaram que ambas estavam agindo de maneira parcial ao defender a oposição e fazer críticas ao prefeito Zenóbio Toscano, que encabeça a Coligação Pela Vitória do Trabalho. Em um dos programas questionados pelos tucanos, o empresário João Rafael, sem mencionar o nome do gestor, faz duras críticas ao prefeito, aconselhando-o, inclusive, a tomar um “Gardenal” antes de falar em público e sugerindo que seja internado porque estaria em desequilíbrio emocional.

A sentença, da juíza Hígia Antonia Porto Barreto, prevê além da suspensão por 24 horas das duas emissoras, que transmitiram a entrevista simultaneamente, a aplicação de multa de R$ 42.564,00. Durante o período em que as rádios ficarem suspensas, devem informar, a cada 15 minutos, que encontram-se temporariamente inoperantes por desobediência à legislação eleitoral.

Da Redação
Com ParlamentoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *