quinta, 18 de outubro de 2018
SIGA-NOS

Árbitros paraibanos representam a PB nas Paralimpíadas



Publicado em quinta-feira, setembro 1, 2016 · Comentar 

thumbnail_e38967fe-aff3-40cd-beaf-b99a782e7f51O sonho de participar de uma competição internacional, sediada no próprio país, não fica apenas para os atletas, muita gente que trabalha nos bastidores para que tudo aconteça conforme o planejado sente-se orgulhoso em viver esse momento. Isso inclui profissionais voluntários de todas as áreas, da limpeza, comunicação, alimentação, arbitragem e por aí segue.

Por falar em arbitragem, a Paraíba terá dois orgulhosos representantes nas Paralimpíadas  Rio 2016, que terá seu início no dia 7 de setembro e segue até o dia 19 do mesmo mês, são os árbitros da Confederação Brasileira de Desportos Visuais na categoria Fut- 5 Tiago Ramos e Kleber Albuquerque.

Já Tiago Ramos, também paraibano e campinense teve sua trajetória iniciada no futebol de cinco em 2013, durante o regional nordeste que aconteceu na cidade de Campina Grande, tomou gosto e realizou o curso, sendo convocado no ano seguinte para sua primeira participação em competições da CBDV, ocorrido na cidade de Campina Grande. Ainda em 2014 foi convocado para a série A do fut -5 em Porto Alegre e depois mais convocações como a do Regional Nordeste 2015 na cidade de recife, Série 2015 no Rio de janeiro e regional Nordeste 2016 em São Luis. Para Tiago a oportunidade de participar de uma competição internacional é única e satisfatória por muitos motivos, dentre eles a inclusão social dos deficientes através do esporte e uma escalada maior no âmbito pessoal profissional, já que com essa convocação para ser reserva nas Paralimpíadas Rio 2016 ele vê uma oportunidade de representar seu estado e seu país em outras competições internacionais.

“Para mim significa muito poder participar de um evento internacional, de poder ver a organização de um evento internacional. Representa um recomeço uma motivação no que se trata da arbitragem. Que eu possa de forma tranqüila e com sabedoria buscar está e se fazer presente como árbitro, deixando o cargo de reserva do lado, para pleitear o cargo de árbitro internacional, para quem sabe nas próximas Paralimpíadas está como árbitro principal representando a Paraíba e o Brasil. Além de tudo, é uma oportunidade de prestar serviços e contribuir para a máxima do evento no meu país” Tiago Ramos.

Kleber é árbitro da CBDV desde 2011 e foi promovido a IBSA (árbitro internacional) do futebol de 5 em 2012. Tem um currículo bastante extenso de competições importantes como Desafio Internacional 2012/São Paulo, a Supercopa das Nações 2014/Niterói e o ParaPan 2015/Toronto. Além das internacionais Kleber é bastante prestigiado no cenário nacional sendo convocado ao longo de todo o ano para competições promovidas pela Confederação, nesse ano de 2016 teve destaque na no regional sul de futebol de 5, em que arbitrou a partida final do torneio. Diante desse extenso currículo, ele afirma que é possível se encontrar ansioso por representar a Paraíba e o Brasil na competição mais importante para o futebol de cinco.

“Ansiedade, expectativa, realidade, nesse momento é um misto, desde a nomeação em Setembro de 2015 como Ntos (Árbitro) para o Rio 2016, que mudei a rotina de vida, com estudos, preparação física e psicológica, tanto que me afastei das atividades da FPF em 2016, para se dedicar ao Futsal, onde sou árbitro Cbfs, e ao Futebol de 5. Nosso grupo de Oficiais ao Rio 2016 vem sendo orientado pelo coordenador Brasileiro o Sr. Nelson Glock e o coordenador Internacional o Sr. Mastoras, para chegamos afiados aos jogos. Para nós brasileiros temos a vantagem de temos competições de alto nível e assim chegamos em ritmo aos jogos. Esse ano já trabalhei em 5 competições (1 internacional e 4 nacionais)”, relatou Kleber Albuquerque.

Kleber viaja na próxima quarta-feira, 07 de setembro, para fazer sua apresentação ao coordenador da IBSA, Sr. Elias Mastoras (Grécia), e á início a sua trajetória na Paralimpíadas no dia nove de setembro.

Os dois, que também são árbitros no futebol de campo e de salão, esperam voltar para casa com a certeza de dever cumprido e com a bagagem cheia de história e aprendizado que virão ao longo dos 11 dias de competição.

A Paraíba ainda contará com mais 11 representantes nos esportes paralímpícos e a torcida deve ser para todos, atletas, voluntários, árbitros e principalmente pelo sucesso da inclusão através do esporte.

Redação

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48