quarta, 15 de agosto de 2018
SIGA-NOS

Debate termina em clima de acirramento, mas com propostas para melhorar João Pessoa



Publicado em terça-feira, agosto 23, 2016 · Comentar 

20160822210040Foram quase três horas de perguntas e respostas. Os quatros candidatos que vão disputar a prefeitura de João Pessoa trocaram farpas no primeiro debate na disputa eleitoral da Capital da Paraíba, mas também tiveram oportunidade de mostrar propostas. Mobilidade Urbana, Educação e Saúde foram os temas que mais deram o que falar nesse primeiro embate televisivo entre os postulantes.

Como está no Governo, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) virou vidraça. Foi atacado pelos três adversários, que cobravam as metas e promessas da campanha de 2013, e que não foram cumpridas após quase quatro anos de gestão.

Logo no primeiro bloco, logo na apresentação dos candidatos, enquanto Cartaxo, Charliton e Vitor Hugo se colocavam à disposição da Capital, em um tom mais ameno, a professora Cida Ramos partiu para o ataque e foi logo acusando a gestão municipal de nem estar bem na saúde, nem na educação. Lamentou as poucas obras e o baixo investimento na habitação, e se propôs a ser a primeira mulher prefeita de João Pessoa para dar continuidade ao que estava abandonado e para fazer mais e melhor.

Nas perguntas, Cida foi a primeira a perguntar e escolheu o prefeito Cartaxo para dizer o porquê de não ter executado os BRTs em João Pessoa, já que já havia recursos em caixa. Cartaxo disse que o projeto existe, mas que devido à crise os recursos não foram liberados. Cida por sua vez acusou o gestor de não ter tido capacidade administrativa para concluir o projeto, deixando os recursos já liberados voltarem para o caixa do governo federal.

Segundo a perguntar, Cartaxo escolheu Vitor Hugo e questionou sobre os projetos da Habitação, mas acabou sendo bombardeado com acusações do adversário, que acusou o gestor de não ter cumprido nem metade das metas que propusera na campanha passada. Cartaxo, todavia, apresentou números e garantiu que a gestão municipal entregou mais de oito mil moradias e ratificou a disposição de, permanecendo no governo, fazer muito mais.

Na hora de Vitor Hugo perguntar ele escolheu o candidato do PT e questionou sobre a política cultural para a cidade, e indagou quais as propostas. Charliton ressaltou a valorização e a descentralização do segmento, mas, na tréplica, acabou sendo encurralado pelo candidato do PSOL, que lembrou que ele fazia parte da gestão Cartaxo e nada fez para colocar em prática as propostas que defende.

Por fim Charliton perguntou a Cida a avaliação da socialista sobre o governo Temer, e lamentou que a professora tenha se conformado com o governo “golpista” que está sendo instalado no país.

O debate seguiu com mais três blocos, com pontos altos e baixos. Obras de mobilidade, pavimentação, saúde, educação, esporte, funcionalismo público, lazer e até segurança pública tomaram conta das perguntas.

Emprego e Renda, pasta que terá como titular a sobrinha do senador José Maranhão, a ex-deputada Olenka Maranhão, foi um tema esquecido.

Da Redação
Com Pbagora

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48