quinta, 18 de outubro de 2018
SIGA-NOS

Médico, enfermeira e recepcionista são demitidos por debocharem de paciente



Publicado em sábado, julho 30, 2016 · Comentar 

medico-hostilizarO deboche de um médico acabou causando a demissão dele, de uma enfermeira e de uma recepcionista do Hospital Santa Rosa de Lima, administrado pela Santa Casa de Serra Negra, em São Paulo. O clínico geral Guilherme Capel Pasqua publicou, em seu Facebook, uma foto na qual aparece com uma receita que mostra a mensagem: “Não existe peleumonia e nem raôxis”. A postagem foi comentada pela recepcionista Adrielli Conti e pela enfermeira Renata Rodrigues, também demitidas nesta quinta-feira.

— Eles estavam gozando do paciente e dizendo que isso era a cara da Santa Casa. Essa não é a forma que nenhum médico deveria agir e não toleramos. Ele é bom médico, mas é muito jovem. A enfermeira e a recepcionista entraram nessa brincadeira. A gente lamenta porque essa não é postura da Santa Casa. Nossa postura é de respeito e de dedicação às pessoas — disse a provedora da Santa Casa, Margarida Gerosa de Barros Manetti.

O caso ganhou repercussão ao ser publicado no blog “Comentando”, de Lauro Correa. E outros pacientes da cidade ficaram indignados com a postura do profissional. Uma das profissionais demitidas, a recepcionista Adirelli, é nora de Margarida.

— É namorada do meu filho e, infelizmente, eu tive que tomar uma atitude dura com ela, porque esse não é o tipo de postura que toleramos. Ela está chateada, mas estamos conversando e ela vai pedir desculpas publicamente. Não admitimos esse tipo de postura — afirmou.

Segundo o “G1”, o médico fez a publicação 20 minutos depois de atender ao mecânico José Mauro de Oliveira Lima, 42 anos, que estudou até o segundo ano do ensino fundamental e não sabe como falar corretamente algumas palavras.

— Não queremos nenhum tipo de brincadeira de mau gosto ou bullying com ninguém e isso não será tolerado — disse a provedora, que demitiu os três funcionários na quinta-feira à tarde. Além da demissão dos profissionais, ela informou que as redes sociais foram bloqueadas no computadores do hospital. Os profissionais serão orientados a não terem comportamentos desse tipo ou também serão demitidos, segundo a provedora.

O médico disse à “EPTV” que não teve intenção de ofender e pediu desculpas. Segundo o “G1”, ele acredita que é o contexto social que define as regras do português. Disse também que não estava trabalhando no momento e que fazia uma brincadeira entre os médicos que têm um grupo em rede social e que vai processar quem postou a foto na rede social.

Da Redação
Com G1

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48