segunda, 20 de agosto de 2018
SIGA-NOS

Em Juazeiro, Lula participa de ato pelo desenvolvimento do semiárido



Publicado em segunda-feira, julho 11, 2016 · Comentar 

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou nesta segunda-feira (11) do Bahia Mais Forte, organizado pelo governo baiano na cidade de Juazeiro. O ato reuniu movimentos sociais, gestores públicos e a população local no lançamento de uma série de ações para o desenvolvimento rural do semiárido.

O evento aconteceu na Orla 2, ao lado do barco Saldanha Marinho, conhecido como Vaporzinho, e contou com a presença do governador Rui Costa e do ex-governador Jaques Wagner, do prefeito Isaac Carvalho, do senador Otto Alencar, além de prefeitos da região, deputados federais e estaduais, vereadores e outros gestores públicos. O evento foi aberto e teve a presença de mais de duas mil pessoas.

Lula começou sua fala comemorando a notícia de que, mesmo com a maior seca dos últimos tempos no Nordeste, nenhuma criança morreu de fome como acontecia antes. “Quando eu era criança, a 200 metros da minha casa tinha um lugar de enterrar pagão, que eram as criancinhas que morriam antes de ser batizadas”.

O ex-presidente lembrou que deu muitas palestras pelo mundo contando como o Brasil saiu do Mapa da Fome da ONU. “Eu dizia: se você quer acabar com a fome do seu país, não tem outro jeito: você precisa incluir o pobre no orçamento. Seria impossível esse país chegar onde chegou se não fossem vocês”.

“Eu lia as notícias sobre o Nordeste nos jornais e era só desgraça. Eu pensava: ‘Não é possível? Será que Deus escolheu esse povo do Brasil para sofrer?’ Eu achava que não, que era possível trazer universidades para o Nordeste, desenvolvimento para o Nordeste. Afinal, eu não lia notícias dizendo que as crianças do Canadá morriam por causa do gelo. É preciso saber superar as adversidades”.

Lula encerrou dizendo que o que está acontecendo neste país é um desrespeito ao voto popular e um golpe patrocinado por uma mídia que quer criminalizar o PT. “Agora eles estão tentando desmontar programas sociais, criar as condições para vender a Petrobras, o Banco do Brasil… Esse filme já vimos. O PT tem quadros muito bons e eu não preciso voltar. Agora, se o governo que está aí  não sabe governar e precisa vender patrimônio público, eu digo: se vocês não sabem, eu sei!”

O governador Rui Costa destacou as mudanças pelas quais passou o Nordeste nos anos de governo Lula e Dilma. “Com muito orgulho podemos dizer que o Nordeste brasileiro era um antes do Lula. Que o semiárido brasileiro era um antes do Lula e da Dilma. Hoje podemos dizer com muito orgulho que hoje a realidade é outra, muito melhor”. Rui Costa falou sobre as ações do Bahia Mais Forte e destacou as conquistas do sertão do São Francisco.”Juazeiro tinha universidade? Não. Hoje tem, com mais de cinco mil alunos. Não tinha iInstituto técnico, hoje tem…”.

“Quando eu era jovem, meu sonho era fazer escola técnica. E os jovens de toda Bahia que tivessem o mesmo sonho tinham que prestar vestibular e tentar a única escola técnica do Estado, que ficava em Salvador. Hoje Juazeiro tem e 35 municípios da Bahia têm ensino técnico. Na história da Bahia, na história do Brasil, ninguém fez mais pelo Nordeste do que esse homem Luiz Inácio Lula da Silva.”

O governador encerrou comentando o processo político em curso no país. “Eu fiz pesquisa e 70% do povo baiano chama o que está acontecendo em Brasília pelo nome que deve ter: golpe. E não é um golpe contra Lula, contra Dilma. É um golpe contra o povo nordestino, contra a população mais pobre deste país”.

O Bahia mais forte celebrou uma série de conquistas do povo de Juazeiro e da Bahia:

1. Assinatura do Acordo de Cooperação do Governo da Bahia / BNB / BB para Execução das Metas do Plano Safra da Agricultura Familiar 2016-2017

2. Assinatura de Decreto Governamental de Adesão ao Programa Garantia Safra 2016-2017

3. Assinatura de autorização para SDR-CAR Celebrar Convênios Selecionados através dos Editais do Projeto Bahia Produtiva do Sertão do São Francisco

4. Lançamento do Projeto Pró-Semiárido (Acordo de Empréstimo com o FIDA)

5. Entrega de 10 Tratores com Implementos Agrícolas, beneficiando municípios Juazeiro, Sobradinho, Casa Nova, Curaçá, Ponto Novo, Cansanção (2), Monte Santo, Quijingue e Miguel Calmon.

6. Entrega de Placa Alusiva das Tecnologia Sociais de Água (placa nº 20.000) e de Abastecimento Humano (placa nº 340.000) Executadas no Estado da Bahia

7. Entrega de 20 kit’s de máquinas forrageiras a Entidades da Agricultura Familiar do Território do Rio São Francisco;

8. Entrega de 211 Títulos de Domínio de Terra, beneficiando os agricultores de nove municípios do Território Sertão do São Francisco – Juazeiro (5), Remanso (63), Campo Alegre (43), Pilão Arcado (38), Curaçá (25), Sento Sé (11), Canudos (10), Casa Nova (10) e Sobradinho (5);

A transformação da vida de milhões de trabalhadores do Nordeste foi uma das marcas dos governos Lula e Dilma. Para conhecer mais programas de governo em prol do Nordeste e do semi-árido, visite o site Brasil da Mudança: www.brasildamudança.com.br

Da Redação
Com Instituto Lula

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48