ExpressoPB

Shows de Mô Lima e Sirano e Sirino lotam Ponto de Cem Réis na véspera de São João


1466770243250-ponto-de-cem-reisO Ponto de Cem Réis ficou pequeno para as pessoas que saíram de casa na véspera de São João para dançar agarradinho o mais autêntico forró. A primeira noite do São João Para Valer 2016 reuniu, segundo estimativas da organização, aproximadamente sete mil pessoas no Centro de João Pessoa.
Com forte esquema de segurança e apoio do Corpo de Bombeiros, a festa promovida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, através de sua Fundação Cultural (Funjope), foi justamente o que o diretor executivo Maurício Burity vinha sinalizando: uma festa bem família, com gente de todas as idades, de vários bairros de João Pessoa e com um único propósito: se divertir ao som de um forró autêntico, de raiz.
O São João Para Valer 2016 continua nesta sexta-feira (25), com mais duas atrações: Forró Caçuá e Santanna, o Cantador. As apresentações começam às 20 horas no Ponto de Cem Réis.
Mô Lima e Xote Arretado foi a primeira atração da noite. Herdeiro de sangue e de som do grande mestre paraibano Pinto do Acordeon, Mô Lima animou o público com os eternos sucessos do forró de raiz, incluindo sucessos do pai, e disse estar honrado com o convite da Prefeitura de João Pessoa para abrir os festejos da Capital.
“Ser reconhecido em casa é muito bom”, exclamou o músico a respeito da receptividade com que o público lhe recebeu na noite dessa quinta-feira. “A emoção é grande ao ver o público cantando junto as músicas do meu pai, as minhas próprias músicas, as músicas de Luiz Gonzaga. São João é isso”.
Mô Lima abriu para Sirano e Sirino, que subiram ao palco esbanjando simpatia. Com seu inseparável chapéu e suas botas de couro, Sirano dividiu com o irmão Sirino os grandes sucessos da dupla cearense, como ‘Tô bebendo, tô pagando’ e ‘Cabra namorador’, além de hits do quilate de ‘Caboclo sonhador’ (de Maciel Melo) e músicas de Luiz Gonzaga e Os Três do Nordeste, entre outros.
 De quebra, Sirano ainda chamou ao palco o filho Siraninho que, aos 18 anos, começa a mostrar que o talento é herança de família. “Assim como Genival Lacerda colocou o João Lacerda (pra cantar), o Gonzagão tinha o Gonzaginha, Pinto do Acordeon também tem seus filhos na carreira artística, como o Mô Lima que se apresentou hoje, eu trouxe o Siraninho, que tá na música, tá no forró. Acho que a música já veio no sangue dele”, declarou o pai coruja.
Para Sirino, João Pessoa sempre tratou o forró com muito carinho. “Eu quero parabenizar João Pessoa por manter as tradições. Porque o forró autêntico, que começou com Luiz Gonzaga, até antes, com o pai dele, Januário, com Abdias, com Marinês, esse forró mais autêntico a gente esta vendo hoje, aqui, na cidade, com esse público maravilhoso. Tem muita cidade por aí que essa tradição está morrendo”, comentou o cantor.

Segunda noite – O São João Para Valer 2016 continua nesta sexta-feira (25), com mais duas atrações: Forró Caçuá e Santanna, o Cantador. As apresentações começam às 20 horas no Ponto de Cem Réis.

Formado pelos irmãos de Pinto do Acordeon, o trio Forró Caçuá leva para o palco dez anos de carreira, com repertório que vai de canções autorais – vide ‘Forró de Primeira’ (Batista Moreno), ‘Suspirando de Paixão’ (Zé Moreno) e ‘Os Quatro Elementos’ (Duda Barbosa) – a clássicos juninos.

Na sequência, Santanna relembra sucessos de quase 25 anos de carreira, apoiado no mais autêntico forró. O músico cearense, radicado em Pernambuco, deslanchou pra valer em 2001, quando lançou o CD ‘Xote Pé de Serra’.

Com produção assinada por Robertinho do Recife, o disco tinha seu repertório inteiro formado por xotes irresistíveis, gravados do jeito que Seu Luiz Gonzaga ensinou: sanfona, zabumba e gonguê.
O resultado foi um estouro embalado por hits como ‘Tamborete de Forró’, de Artúlio Reis, ‘Ana Maria’, de Jandhuy Finizola, e ‘A Natureza das Coisas’ – do famoso verso “Se avexe não / Amanhã pode acontecer tudo / Inclusive nada” -, de Accioly Neto.

Serviço

Sexta (24), a partir das 20h

– Forró Caçuá

– Santanna, o Cantador

Local: Ponto de Cem Réis, Centro

Da Redação

Com Secom JP

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *