terça, 16 de outubro de 2018
SIGA-NOS

SAPÉ FEST é o único festival do gênero no Nordeste e expectativa para a grande final nesta 5ª toma conta dos participantes



Publicado em quarta-feira, junho 22, 2016 · Comentar 

MUssulino-SapéFESTDe repente junho chegou, o céu se fez estrelas e os festejos juninos tomam conta de todo o Nordeste. A música alegre, muitas vezes irreverente transforma a sanfona, o zabumba e o triangulo nas estrelas máximas do mês, fazendo o povo reviver o que há de mais tradicional no Nordeste: os festejos juninos.

Em Sapé, cidade localizada a 43km de João Pessoa, os festejos dedicados aos santos Antonio, João e Pedro ganharam um formato e estilo especial a partir de 2013, quando a gestão “O futuro se faz agora” passou a valorizar os artistas da cidade e da região, com destaque para o Festival “Sapé FEST”, que se tornou ‘uma atração à parte, um capítulo especial na história do São João’.

Coroado de sucesso, o Sapé FEST é o único do gênero no Nordeste, e este ano conseguiu manter a qualidade em termos de estrutura e organização dos anos anteriores. Este ano, o festival faz uma homenagem especial ao sanfoneiro sapeense Ivan Martins.

Romero, idealizador do festival ao lado de colaboradores e do Mussulino
Romero, idealizador do festival ao lado de colaboradores e do Mussulino

Na avaliação do organizador do evento Romero Baunilha, o Sapé FEST é um projeto sério que envolve os artistas, compositores, amantes da música e valoriza a cultura popular de Sapé.  “Esse projeto tem como objetivo valorizar os artistas da terra, abrindo portas para todo o estado e isso é o que é mais importante para os que fazem a gestão municipal”, disse.

O festival é realizado em três eliminatórias, uma no distrito de Renascença, a segunda no Distrito de Inhauá e a grande final na abertura do São João, sempre no dia 23 de junho de cada ano.

“O Sapé Fest é uma vitrine cultural do que melhor temos em termo de música, descobrindo talentos e colocando nossos artistas no mundo da música, além disso nosso São João foi feito dentro das possibilidades financeiras da prefeitura, pois não temos interesse em atrasar salários, paralisar obras e inviabilizar a gestão com a contratação de bandas caras para o São João e depois aparecer nas páginas policiais, como acontecia anteriormente”, disse o Prefeito Roberto Feliciano grande apoiar do Sapé FEST.

Nesta quinta-feira (23) a grande expectativa é para a final que acontece no Palco da Praça de Eventos João Ursúlo, oportunidade em que os festejos juninos da cidade também serão abertos.

Compositores-Sapé-FestAs músicas que concorrem ao título de campeã 2016, são as seguintes composições classificadas nas duas eliminatórias: Joguei a chave (Cleber Vital); Paraibuco (Duda Barbosa); Minha Paraíba (Paula Fernanda); Fome de Amor (Giovani Basílio); Sangue Forrozeiro (Renata Thaís); Orgulho de ser paraibana (Leto Barbosa); Seu Moço (Geraldo e Evandro Silva); São João Meu Carneirinho (Antônio Elias); Brasa Ardente (Duda Barbosa) e Forró de Pé (João Batista).

Além das composições, a disputa também acontecerá entre os intérpretes, com nomes já conhecidos do grande público amante da música sapeense.

A premiação será a seguinte: R$ 1.700,00 (1º Lugar); R$ 850,00(2º Lugar); R$ 650,00 (3º lugar) e R$ 650,00 (Melhor Intérprete), totalizando o montante de R$ 3.850,00 (Três Mil Oitocentos e Cinquenta Reais), pagos com recursos do município.

Mascote Mussulino é sucesso – Durante a apresentação do evento, o mascote Mussulino faz sucesso na interação entre público e palco. Sarcástico, bem humorado e com um sotaque puxado lembrando toda naturalidade dos Nordestinos, o personagem também usa um figurino simples retratando as raízes cultural do Nordeste.

O Mussulino vem apresentando o Sapé FEST desde sua primeira edição no ano de 2013 e a cada ano agrada ainda mais o público presente.

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48