ExpressoPB

Matheus Bezerra lamenta que desorganização da prefeitura tenha causado o bloqueio dos recursos para a educação no município


Matheus entrevistaO vice-prefeito de Bananeiras e pré-candidato a prefeito em 2016, Matheus Bezerra (PMDB), que vem através de reuniões, visitas e plenárias reafirmando seu compromisso de lutar pela melhoria da qualidade da educação pública em Bananeiras vem lamentar que o prefeito tenha permitido a prefeitura deixar de receber recursos para investir na educação por falta de transparência na informação de dados. De acordo com Matheus a cidade está entre os 48 municípios anunciados ontem (08/06) que por falta de competência da gestão deixou de receber recursos para a área.

Matheus destacou seu projeto de administração para o setor e propostas para solucionar problemas de infraestrutura e a falta de valorização dos servidores da educação. O peemedebista lembra que dados do Portal da Transparência do Governo Federal referentes aos primeiros meses de 2016 mostram que a prefeitura destinou em 2016 somente à ação Apoio Financeiro Suplementar à Manutenção da Educação Infantil a quantia de R$ 26.114,53 de um orçamento de R$3.208.906,41. Outra falta de atenção do prefeito com o setor público veio segundo o Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) pela suspensão das transferências voluntárias na área de educação para a cidade devido a não prestação de dados ao sistema referente ao ano de 2015. O Siope recebe informações sobre o que estados e municípios investem em manutenção e desenvolvimento do ensino. Os municípios que não transmitiram as informações já estão inseridos no Servido Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc). Assim, as transferências voluntárias que precisam de celebração de convênios, acordos, ajustes já foram suspensas.

Outra amostra de ineficácia vem através dos baixos investimentos na Educação Básica R$ 198.270,81. A população pode conferir os dados do Portal da Transparência no link: http://pb.transparencia.gov.br/tem/Bananeiras/.

“Bananeiras, infelizmente, não prestou contas e está com os recursos da Educação suspensos. As informações são da Confederação Nacional dos Municípios e mais uma vez, comprovam a desorganização generalizada da atual gestão”, disse Matheus destacando ainda que seu modelo de gestão defere do atual prefeito que não cumpriu 1/3 do que prometeu para a população em 2012.

Da Redação
Com Assessoria de comunicação

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *