sexta, 20 de julho de 2018
SIGA-NOS

Blogueiro condena promoção pessoal de prefeito e taxa programa institucional da prefeitura de Mari de ‘sensacionalista’



Publicado em sexta-feira, maio 27, 2016 · Comentar 

artigo-blog-aldoEm mais uma de suas análises rápida e aguçada do cotidiano político da cidade de Mari, Zona da Mata da Paraíba, o blogueiro Aldoberg Silva, signatário do Revista Páginas que está a quase dois anos no ar, fez uma constatação ao ouvir nesta sexta-feira (27) o Programa Institucional da Prefeitura, intitulado Governo em Ação.

Na avaliação do blogueiro, o programa – que deveria ser institucional – é sensacionalista, improdutivo no aspecto informacional o qual faz apologia a pessoa do prefeito. “Numa breve participação por telefone o prefeito Marcos Martins, retribuiu o carinho de seus comandados e nada acrescentou. Com mais uma prova de exploração midiatica desnecessária, que de tal forma boa parte da imprensa, e sobretudo, alguns setores da sociedade, questionam o excesso de marketing exclusivo a sua figura”, escreve Algo em parte do seu artigo.

Aldo chega a dizer que a Codecom, responsável pela publicidade da prefeitura tem feito exagerada divulgação midiática da imagem do prefeito em detrimento da administração em geral.

O excesso de ‘elogios’ a figura do prefeito, demonstra uma estratégia para reverter a impopularidade do gestor junto a opinião pública já que com assinatura de ordens de serviço e inauguração de poucas obras deixadas pelo antecessor não tem surtido efeito.

Confira a seguir na íntegra o artigo de Aldoberg Silva:

“Programa radiofônico da Prefeitura de Marí/PB chega ao auge de seu sensacionalismo!

Hoje (27) o programa “Governo em Ação” da Prefeitura Municipal de Marí/PB que foi ao ar pelas ondas da rádio local, deu uma verdadeira aula de puro sensacionalismo. O programa que é organizado pela Codecom, que é responsável pela elaboração e exibição, tiveram um dia perdido no que se refere à conteúdo. Com duração de 1 hora, o programa não ressaltou nada de istintucional. O programa improdutivo no aspecto informacional, foi na verdade uma retrospectiva dos 3 anos da gestão do atual prefeito do município.

O programa foi também recheado de “parabéns” visando a figura individual do prefeito, deixando claramente a institucionalidade de lado, burlando a proposta real do programa. Numa breve participação por telefone o prefeito Marcos Martins, retribuiu o carinho de seus comandados e nada acrescentou. Com mais uma prova de exploração midiatica desnecessária, que de tal forma boa parte da imprensa, e sobretudo, alguns setores da sociedade, questionam o excesso de marketing exclusivo a sua figura.

A Codecom tem desde sua criação, intensificado um trabalho de reforço midiatico na imagem do prefeito, e deixando em segundo plano a administração de forma geral.

O grupo que faz a Codecom, conta com nomes de alto nível da comunicação, que exploram; rádio, Internet e carros de sons.

Fica a questão, assessoria é do prefeito ou da prefeitura?”.

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48