ExpressoPB

Desemprego sobe em todas as regiões no 1º trimestre, diz IBGE


imageO desemprego subiu em todas as grandes regiões do país no primeiro trimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2015, apontam dados da Pnad Contínua, divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Considerando todos locais, a taxa ficou 10,9%, conforme pesquisa já divulgada pelo instituto.

A maior taxa foi vista no Nordeste, ao passar de 9,6% para 12,8%. No Sudeste, o desempregou subiu de 8% para 11,4%, no Norte, de 8,7% para 10,5%, no Centro-Oeste, de 7,3% para 9,7%, e no Sul, de 5,1% para 7,3%.

Entre os Estados, a Bahia registrou o maior índice de desemprego: 15,5%, a maior taxa da série, que começou em 2012. Outros Estados também tiveram índices de desemprego recordes. Em São Paulo, por exemplo, o desemprego ficou em 12%, e no Amapá e no Rio Grande do Norte, chegou a 14,3%.

Na contramão, as menores taxas foram registradas por Santa Catarina (6,0%), Rio Grande do Sul (7,5%) e Rondônia (7,5%).

Pnad – Desde janeiro de 2014, o IBGE passou a divulgar a taxa de desocupação em bases trimestrais para todo o território nacional. A nova pesquisa substitui a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que abrangia apenas as seis principais regiões metropolitanas, e também a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) anual, que produz informações referentes somente ao mês de setembro de cada ano.

Da Radação
Veja.com

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *