domingo, 22 de julho de 2018
SIGA-NOS

Temer assume a presidência, anuncia ministros e paraibanos e mulheres ficam de fora



Publicado em quinta-feira, maio 12, 2016 · Comentar 

Temer-posseO presidente interino Michel Temer já escolheu sua equipe de governo. No total, serão 21 ministérios, segundo divulgou a assessoria de imprensa da Vice-Presidência. O Ministério da Cultura, por exemplo, será incorporado ao Ministério da Educação.

Na lista dos escolhidos ministros não consta nenhum paraibano, como se esperava pois um dos principais articuladores da ascensão de Michel a Presidência da República foi o Senador paraibano Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado Federal. Outra ausência notada na equipe de Temer foi a de mulheres. O ministério do novo presidente é eminentemente composto por homens.

Abaixo, a lista dos novos ministros:

– Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações
– Raul Jungmann, ministro da Defesa
– Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão
– Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo
– Sérgio Etchegoyen, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional
– Bruno Araújo, ministro das Cidades
– Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
– Henrique Meirelles, ministro da Fazenda
– Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura
– Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil
– Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário
– Leonardo Picciani, ministro do Esporte
– Ricardo Barros, ministro da Saúde
– José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente
– Henrique Alves, ministro do Turismo
– José Serra, ministro das Relações Exteriores
– Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho
– Alexandre de Moraes, ministro da Justiça e Cidadania
– Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil
– Fabiano Augusto Martins Silveira, ministro da Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU)
– Fábio Osório Medina, AGU

Leia reportagem da Reuters sobre o assunto:

Temer se torna presidente interino e anuncia 21 ministros

O vice-presidente Michel Temer assumiu interinamente nesta quinta-feira a Presidência da República e já anunciou, por meio de sua assessoria, 21 novos ministros, entre eles Henrique Meirelles (Fazenda), Romero Jucá (Planejamento, Desenvolvimento e Gestão) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

Temer foi comunicado nesta manhã da decisão do Senado de dar andamento ao processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e o consequente afastamento dela do cargo por até 180 dias.

A comunicação foi feita pelo senador Vicentinho Alves (PR-TO), primeiro-secretário do Senado, no Palácio do Jaburu, logo após o parlamentar ter entregue a Dilma no Palácio do Planalto a notificação sobre a decisão do Senado.

Segundo o senador, ao receber o comunicado, Temer “se comportou de forma, como sempre, muito elegante, muito receptivo e muito esperançoso”, tendo vários novos ministros, entre eles Padilha e Meirelles, ao seu lado.

Pouco depois, sua assessoria divulgou a lista com os ministros já definidos, que tomarão posse nesta tarde. Temer deve fazer uma breve pronunciamento.

Segundo Padilha, o presidente interino deve apresentar nesta tarde os rumos do novo governo. A partir de amanhã, segundo Padilha, Meirelles e outros ministros anunciarão medidas.

De acordo com Jucá, o presidente interino provavelmente realizará sua primeira reunião ministerial já na sexta-feira.

A decisão do Senado de dar prosseguimento ao processo de impeachment de Dilma e, por consequência, afastar a petista do cargo por até 180 dias foi tomada nesta manhã, por 55 votos a favor e 22 contra, em uma sessão que virou a madrugada e teve quase 21 horas de duração.

Da Redação
Com Brasil 247

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48