ExpressoPB

Operação Terra Arrasada da PF realiza buscas e apreensões na PB, PE e RN; Mari e Alagoa Grande são alvos


PF-CoopteraA Polícia Federal, a CGU e o Ministério Público Federal deflagraram na manhã desta terça-feira (10) a Operação Terra Arrasada que tem por objetivo cumprir 11 mandados de busca e apreensões e 2 de afastamento de cargos expedidos pela 16ºVara da Justiça Federal da Paraíba.

A Ação tem por objetivo desarticular esquema de irregularidades e aplicação de verbas públicas federais em contratos de assessoria técnica e social e Ambiental à Reforma Agrária – ATES, geridos pelo Superintendência Regional do INCRA. A ATES é executada em parceria com instituições, privadas (associações e cooperativas), entidades de representação de trabalhadores rurais e organizações não governamentais ligadas a reforma agrária.

As investigações começaram em 2014, a partir de ação de fiscalização da CGU e prosseguiram pela Polícia Federal, revelando possíveis fraudes que superam o montante de R$ 80.000.000,00 (Oitenta milhões de reais).

A operação ocorre na Paraíba, Pernambuco e no Rio Grande do Norte. Na região as cidades de Mari e Alagoa Grande são alvo dos policiais federais. Em Mari a operação concentra-se na COOPTERA, cooperativa ligada a área, já em Alagoa Grande algumas residências de pessoas ligadas a entidade de atuação da reforma agrária está sendo visitada pelos agentes da PF.

A PF concederá entrevista coletiva as 11h00 na sede de sua Superintendência na PB para esclarecer detalhes da operação.

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *