ExpressoPB

Com baixa popularidade, prefeito de cidade da Zona da Mata usa estratégia e marketing para tentar reverter situação


DSC_5196A propaganda é a alma do negócio, já dizem os estudiosos e quem trabalha na área constata que a propaganda produz resultados. Ciente disso, o prefeito da cidade de Mari, Zona da Mata da Paraíba, Marcos Martins, tem intensificado o marketing no sentido de tentar mostrar a opinião pública de que está de bem com o povo e o povo de bem com ele.

Pesquisas de consumo interno indicam a baixíssima popularidade de Marcos Martins, o que tem forçado o edil mariense a intensificar a propaganda, seja nas redes sociais, em matérias pagas em blogs, portais, rádios e jornais aliados  na tentativa de esconder a sua grande rejeição.

Não obstante o marketing feito por sua assessoria, Martins tem intensificado o corpo a corpo como se já estive em campanha eleitoral, bem como esbanjado ‘bondade’ com doações a quem o procura. Se antes era difícil encontrar o prefeito pelas ruas da cidade, hoje até quem não deseja encontrá-lo se esbarra com ele altas horas da madrugada em visita domiciliar.

Marcos Martins tem um ‘estilo’ diferente e para alguns especial de fazer política. Suas visitas domiciliares são preferencialmente tarde da noite, especialmente na alta madruga, dizem que é para não ser incomodado por ninguém.

Independente de seus horários preferenciais de visitas, o fato é que a pouco menos de dois meses para as convenções o prefeito de Mari tem programado uma série de assinatura de ordens de serviços e se jogado no meio do povo e sempre acompanhado de um fotógrafo para registrar os melhores momentos de seu contato popular.

Em uma de suas visitas a uma comunidade periférica da cidade, as fotos registradas são no mínimo cinematográficas: em uma delas o prefeito mantém a mão no bolso enquanto uma senhora o agarra pelo braço e direciona o olhar para onde está a sua mão na esperança de que saía ‘algum agrado’, já que não são poucas as vezes em que o prefeito dá uma de Silvio Santos em suas andanças pela cidade.

Senhora acompanha o movimento de uma das mãos do prefeito direcionada ao bolso

Senhora acompanha o movimento de uma das mãos do prefeito direcionada ao bolso

Mesmo com todo esse aparato financeiro e midiático, Marcos Martins não consegui diminuir sua rejeição, apesar de subir ‘uns pontinhos’ na popularidade – nada que o deixe tão animado -, conforme informou ao expressopb.net uma alta fonte ligada ao prefeito que preferiu não se identificar.

A mesma fonte ainda disse que apesar da rejeição de Martins está em escalada crescente, não dá para subestimar a capacidade de reação do prefeito, basta olhar para os resultados de suas três últimas eleições, inclusive a eleição de Governador 2014, onde apesar de ter perdido no município, Ricardo Coutinho conseguiu aumentar a votação no segundo turno graças ao empenho pessoal de Marcos, claro com a ajuda de seu arqui inimigo Adinaldo Pontes.

Uma coisa é certa, se depender de propaganda, marketing, sorriso, abraço, aperto de mão, tapa no ombro e umas ‘benessezinhas’, Marcos Martins pode virar o jogo logo, logo, já que disso ele entende muito bem.

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *