ExpressoPB

Em Sousa, Zenildo pede fiscalização da Câmara para apurar casos de obras inacabadas apontadas pelo TCU


ZenildoNa tentativa de investigar denúncias de irregularidades em obras executadas pela Prefeitura de Sousa, o sousense Zenildo Oliveira presidente do diretório do PSD na cidade e pré-candidato a prefeito de Sousa, pede que os vereadores de oposição na cidade se unam num esforço concentrado para mudar esse atual retrato nada animador de uma cidade parada no tempo.

O pedido de Zenildo para essa fiscalização toma como base o relatório elaborado na Paraíba, pelo Tribunal de Contas do Estado que contabilizou 79 obras paralisadas, com investimentos de mais de R$ 62,5 milhões, e o Tribunal de Contas da União identificou 85 serviços de saneamento básico e educação parados, atrasados ou sequer iniciados, há quase uma década em diversos munícipios paraibanos, dentre os quais o município de Sousa. O relatório foi destaque na edição deste domingo (24) do jornal Correio da Paraíba e novamente trouxe como destaque negativo a imagem da atual administração municipal na cidade Sorriso.

Segundo Zenildo, só cego não vê. “Quem andar por nossa cidade, vai se deparar com inúmeras obras inacabadas, a exemplo de escolas, PSFs, creches, etc.”, denunciou o pessedista alegando que “a cidade está jogada às traças”, o pré-candidato a prefeito cobrou dos parlamentares sousenses, mesmo os situacionistas, empenho no sentido de ajudar a fiscalizar o Executivo e denunciar essa situação, que ele considerou de descaso.

Zenildo revelou que vem recebendo inúmeros apelos da população que denunciam através de fotos, depoimentos e informações o atual cenário de abandono da cidade. Ele diz que a população está revoltada com a gestão municipal e que acredita no apoio espontâneo dos pré-candidatos a vereadores bem intencionados que se propuserem a por um fim no atual modelo administrativo da prefeitura de Sousa, implantando práticas novas.

Da Redação
Com Assessoria

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *