domingo, 24 de junho de 2018
SIGA-NOS

Ator José de Abreu explica a briga em restaurante japonês que culminou em cusparada



Publicado em sábado, abril 23, 2016 · Comentar 

BBs9fNC.img-José-de-AbreuA noite dessa sexta-feira, 22, para José de Abreu e sua mulher, Priscila Pettit, foi tudo menos calma. Isso porque os dois se envolveram em uma discussão em um restaurante japonês em São Paulo. Irritado com o acontecido, ele contou em seu Twitter detalhes da briga que, segundo ele, foi contra um “advogado carioca”. A discussão foi grande, pois terminou com o ator cuspindo na cara do homem.

Em sua rede social ele começou contando: “Acabei de ser ofendido num restaurante paulista. Cuspi na cara do ‘coxinha’ e da mulher dele! Não reagiu! Covarde. Advogado carioca” e continuou: “O covarde perdeu a linha Cuspi na sua cara, na cara da mulher dele e ele não reagiu. Covardes fascistas”.

Segundo o ator, a briga foi motivada por opiniões políticas diferentes e que, segundo ele, quem o provocou foi o advogado. De acordo com José, ele se irritou ao ouvir, sem aviso prévio, a seguinte frase: “Vota no PT e vem comer no japonês”, o que, segundo ele, não passa de uma ‘agressão gratuita, sem o menor motivo!’.

Ao final ele escreveu: “Fascistas são tratados assim, com cuspe na cara. Dele e da mulher. Ninguém vai me chamar de ladrão e nem minha mulher de vagabunda sem levar um troco. O troco foi em homenagem ao Jean Wyllys”. Deve-se lembrar que o deputado Jean Wyllys cuspiu em Jair Bolsonaro, no último domingo, 17, durante a votação do impeachment na Câmara. Um pouco antes, o filho de Bolsonaro, Eduardo, havia feito exatamente a mesma coisa contra Jean.

Da Redação
Com Jetss

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48