ExpressoPB

Espetáculo teatral ‘O Julgamento de Lúcifer’ trás abordagem diferenciada da Páscoa em JP


20160325160919A peça ‘O Julgamento de Lúcifer’ faz uma abordagem não convencional, nesse período em que se comemora a páscoa, dos bastidores da crucificação. Existem muitos questionamentos em relação ao texto bíblico quando se trata da vinda de Jesus ao mundo. Por exemplo: A quem Jesus se referia quando disse que veio salvar a humanidade a preço de sangue? Preço? Sangue ? A quem Jesus se referia quando disse que veio pagar um resgate? Ora, resgate não é linguagem de sequestro? Então, quem é o sequestrador?

No monte da tentação, Lúcifer ofereceu a Jesus todos os reinos do mundo por um pouco de adoração, afirmando que tais reinos tinham sido dados a ele. Mas dados por quem? Pelo homem, quando caiu?

Na cruz do calvário, as últimas palavras de Jesus foram: Está consumado!, que no original aramaico, quer dizer: Está pago !!! Não existe mais dívida!

Existe um reino espiritual vivo e ativo no planeta terra. Como será que eles agem para infernizar a vida das pessoas e distraí-las para longe da Palavra de Deus?

Como se fazer justiça em um julgamento de um ser, nas hostes celestiais, se Deus é Todo-Poderoso e não há ninguém que poderia questioná-lo a respeito da sentença?

Essas e outras questões serão abordadas na peça, “O Julgamento de Lúcifer”, que se passa na eternidade, fora da nossa cronologia, no kairós de Deus, antes da formação do ser humano.

O espetáculo será encenado no Teatro Paulo Pontes neste sábado (26) e no domingo (27).

Em sua terceira temporada, a peça é de autoria de Rossano Lucena, adaptada do livro Meta-História de Rubem Amorese. A direção é de Suzanne Barros. O espetáculo é feito com 50 pessoas na equipe técnica, 17 atores, banda e coral com 40 vozes.

O ingresso custa R$ 20 inteira; estuantes pagam meia-entrada: R$ 10 – Podem ser adquiridos nas lojas G’Vitors e Sport & Ação.

Da Redação
Com Pbagora

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *