terça, 18 de dezembro de 2018
SIGA-NOS

Fiel seguidor da família Martins ‘implode’ intenções de Vânia de Zú no grupo de situação em Mari e detona vereador Bonito



Publicado em quarta-feira, março 23, 2016 · Comentar 

Vânia-AssisNão há como negar que a entrevista da vereadora Vânia de Zú, da cidade de Mari, na Rádio Cultura de Gurabira ao Programa Espaço Aberto apresentado pelo radialista Rudney Araújo foi mesmo uma surpresa, assim como os carros de som havia informado ontem (22) pelas ruas da cidade.

A surpresa foi comprovada não pela entrevistada, mas pelo ouvinte e Diretor de Cultura do município de Mari, Assis Firmino, fiel aliado da família Martins que detonou as pretensões de Vânia de se cacifar para ser candidata a vice ou até mesmo prefeita apoiada pelo grupo de situação.

Assis Firmino lembrou que ele sempre foi fiel a família Martins, mas que a vereadora Vânia que se elegeu a primeira vez no grupo do atual prefeito, logo que teve oportunidade abandonou o grupo e aliou-se a Antonio Gomes. A essa altura da fala de Firmino, nos estúdios da Cultura podia-se perceber um silêncio tremendo.

Ainda não satisfeito, Assis foi adiante e lembrou que Vânia foi uma das pessoas responsáveis pela reprovação das contas de Marcos Martins em 2011, o que logo foi interrompido pelo radialista com questionamentos.

Nem assim, Firmino parou e mirou sua metralhadora no vereador Adriano Candido, o popular Bonito, que era filiado ao PV e trocou recentemente pelo PMB, partido de Vânia. “Eu nunca disse isso em canto nenhum, mas vou dizer pela primeira vez em seu programa, Bonito fez um mandato que envergonha o povo de Mari”, alfinetou Assis Firmino que foi retirado do ar sob a justificativa de que o mesmo estaria sem retorno.

Em seguida houveram algumas participações de algumas pessoas ligadas ao grupo Martins na intenção de amenizar os efeitos da fala de Assis.

Ao final do programa, Vânia se disse surpresa com as críticas de Assis Firmino, tentou justificar suas posições políticas e do vereador Bonito e questionada se ela iria procurar Marcos Martins para discutir as afirmações do secretário de Cultura, ela foi enfática: “eu não preciso desse tipo de conversa”.

Na semana passada, diferente do tom da entrevista desta quarta-feira (23), Vânia teceu muitos elogios ao ex-prefeito Antonio Gomes e havia deixado aberta a possibilidade de conversações com o grupo oposicionista para uma possível aliança.

Leia também: ASSISTA: Vânia de Zú ‘rasga’ elogios a gestão de AG, diz não acreditar em racha de Martins e Jobson e não descarta aliança com ex-prefeito de Mari

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48