segunda, 16 de julho de 2018
SIGA-NOS

Agentes de saúde realizam protesto em JP, cobram reajuste salarial e diálogo com Cartaxo



Publicado em quarta-feira, março 16, 2016 · Comentar 

20160316094330Cerca de 300 agentes de Combate a Endemias estão reunidos em frente à sede da secretaria municipal de Saúde, na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa, para protestar e reivindicar da prefeitura reajuste salarial e melhores condições de trabalho. O protesto acontece em frente ao supermercado Extra e já interfere no trânsito na principal Avenida da cidade na manhã desta quarta-feira (16).

Segundo a presidente da categoria, Lucélia Marques, os agentes cobram bolsas, fardamentos, melhores condições de trabalho e reajuste salarial.

“O que nós queremos é que o prefeito ame o agente assim como ele ama Jampa. Queremos que ele valorize a categoria, pois estamos há quatro anos sem farda, sem bolsa, sem material de trabalho, sem aumento e a única gratificação que tínhamos que era de R$ 150, o prefeito retirou”, disse.

Marques lembrou que o país passa por uma crise endêmica, e, em João Pessoa, mesmo sem condições de trabalho, os agentes não se furtam de fazer o trabalho de combate ao mosquito Aedes Egypt.

“É por isso que o índice de doenças causadas pelo mosquito esta baixo aqui em João Pessoa, por conta dos nossos agentes, que mesmo sem saúde e sem condição de trabalho, estão na rua”, lembrou.

Os agentes também reclamaram da falta de repasse de verbas que a categoria deveria receber de forma mensal e que apenas recebe uma vez por ano. Essa gratificação é um incentivo para os trabalhadores que é paga pelo Ministério da Saúde, através do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ).

“O movimento quer que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) pague uma gratificação, que é repassada pelo Ministério Saúde, através do PMAQ, de forma mensal e imediata. O recurso já está na conta da Prefeitura de João Pessoa desde dezembro do ano passado. A qualidade de saúde pública para pelo cuidado com o cuidador e valorização dos mesmos, Avante Sempre.#pagameudinherocartaxo”, falou Raul José, um dos representantes da categoria

A paralisação dos agentes de saúde foi iniciada na última segunda-feira (14) e deve se estender até o final de semana, seguindo a paralisação dos médicos da rede municipal, que também cobram reajuste salarial e melhores condições de trabalho.

Ainda conforme a presidente do Sindicato, os agentes estão com os salários congelados há quatro anos. Na Epitácio, o grupo carrega cartazes e faixas e fazem bastante barulho chamando a atenção da população que por ali passa.

Esse é o segundo protesto da categoria em menos de quinze dias.

Da Redação
com PB Agora

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48