quarta, 25 de abril de 2018
SIGA-NOS

Polícia prende 25ª pessoa suspeita de integrar associação criminosa que atuava no Litoral Sul de João Pessoa

Publicado em sábado, Março 12, 2016 · Comentar 

plantão-policial1-A Polícia Civil da Paraíba, por meio de investigações realizadas pelo Núcleo de Homicídios do Litoral Sul, prendeu, nesta sexta-feira (11), Raiane Souza Nonato dos Santos, de 19 anos. A prisão  aconteceu no Bairro dos Novais, em João Pessoa, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pelo Juiz da Comarca de Alhandra, no qual ela é acusada de participar de associação criminosa e tráfico de drogas na região.

Segundo o delegado Aneilton Castro, da Delegacia Seccional de Alhandra, Raiane dos Santos é a 25ª pessoa a ser presa das 27 que estão com prisão decretada por tráfico de drogas e associação criminosa comandados por Samuel Mariano da Silva, conhecido como Samuca.

 “Ocorre que Samuca foi preso em janeiro de 2015 em uma operação realizada em Pernambuco e a partir daí nós conseguimos identificar mais 27 pessoas que faziam parte do grupo comandado por ele. Com o desenrolar das investigações, conseguimos na Justiça a decretação das prisões preventivas dessas 27 pessoas, que estão sendo cumpridas sistematicamente por nossa equipe. Faltam agora apenas dois envolvidos serem presos para que todo o grupo comandado por Samuca tenha sido desarticulado”, disse Aneilton Castro.

Os resultados que vêm sendo alcançados pela Polícia Civil no Litoral Sul do Estado são frutos do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Homicídios da Delegacia Seccional de Alhandra, que completou um ano de atividades no mês passado. Segundo o delegado Aneilton Castro, o Núcleo de Homicídios fechou o ano de 2015 com índice de 70% de resolução e autoria nos Inquéritos Policiais daquela Seccional.

“Iniciamos as atividades do Núcleo de Homicídios em 11 de fevereiro de 2015 e tínhamos um índice de resolução de apenas 6%, cujos dados são referentes ao ano de 2013. Com uma equipe formada por uma delegada, cinco agentes e uma escrivã conseguimos dar celeridade à análise dos inquéritos e ao trabalho investigativo, resultando no aumento do índice de resolução/autoria para 70% no final de 2015”, explicou.

O Núcleo de Homicídios de Alhandra realizou 53 prisões no ano de 2015, além de ter desarticulado uma associação criminosa que atuava no município de Conde com o tráfico de drogas, quando foram presos 31 pessoas que faziam parte da associação durante as Operações Resgate, no primeiro semestre, e Obesidade, no segundo semestre.

“Em novembro de 2015, as Polícias Civil e Militar que atuam em conjunto na 6ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) ocuparam a Comunidade do Conjunto Mangabeira, localizada no município de Caaporã, onde deram cumprimento a Mandados de Busca Coletivo e Mandados de Prisão. Tudo isso é resultado do esforço e do trabalho integrado das Polícias na região da Seccional de Alhandra”, finalizou.

Da Redação
Com Secom/PB

Comentários
Tags :


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48