domingo, 22 de abril de 2018
SIGA-NOS

INSEGURANÇA: Camila denuncia que viatura em Mamanguape roda 80 Km para receber abastecimento

Publicado em quarta-feira, Março 2, 2016 · Comentar 

Camila_ToscanoA deputada estadual Camila Toscano ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (2) para cobrar do Governo do Estado segurança para os municípios que formam o Vale do Mamanguape. Ela revelou que no município de Mamanguape as viaturas rodam 80 Km, sendo 40 Km de ida e 40 Km de volta, para serem abastecidas. “Estão gastado recurso público e ainda deixam a cidade desprotegida toda vez que precisam de combustível. Isso chama-se falta de gestão”, disse.

A parlamentar participou de uma audiência pública no município de Jacaraú no último dia 25 de fevereiro, quando cobrou pessoalmente ao secretário de segurança pública, Cláudio Lima, uma atuação mais presente do Governo naquela região. “Até agora nada de efetivo foi feito e a população sofre presa dentro de casa e sendo vítima dos bandidos”, comentou.

“Foi bom ter ido à audiência que contou com a participação do secretário Cláudio Lima já que nunca conseguimos uma audiência para tratar dos problemas da insegurança da Paraíba. Lá tive a oportunidade de apresentar a realidade do povo que sofre com a violência crescente, sem ter a quem recorrer”, destacou a deputada.

Na ocasião a deputada disse que a cidade de Jacaraú, que tem quase 13 mil habitantes, possui apenas dois policiais fazendo a segurança. Contou ainda que existe apenas um delegado que atende quatro cidades daquela região. “A população se sente desprotegida e está desprotegida. Não é possível que um único delegado atenda de forma satisfatória a todos essas localidades”, questionou.

Conforme a parlamentar, “se não bastasse tudo isso, ainda descobrimos durante a audiência pública o absurdo que acontece com as viaturas policiais. Elas têm que sair dessas localidades para serem abastecidos em Mamanguape, quase 40km de distância apenas para ir e mais 40km para voltar. Com isso, a partir do momento que a viatura sai da cidade, a população fica desprotegida”.

“Questionamos o secretário sobre o que seria feito em relação a essa situação e para nossa surpresa ele disse que não tinha o que fazer. E eu cobrei uma resposta imediata para a situação daquela região e ele novamente respondeu que não existe nenhum plano e nenhuma perspectiva para resolver os problemas”, lamentou Camila.

Depois dessa audiência pública, a deputada disse que ficou comprovado como o secretário de segurança está despreparado para ocupar o cargo. “O secretário precisa realmente repensar se tem competência para ocupar esse cargo porque a forma como age e como responde a população mostra que de fato não tem condições de permanecer onde está”, destacou.

Da Redação
Com Assessoria 

Comentários
Tags :


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48