ExpressoPB

Raniery rebate aliança com ZT em Guarabira e irrita radialistas ligados ao Governo


raniery-300x241O deputado estadual Raniery Paulino rebateu, na manhã desta terça-feira (16), qualquer aproximação ou aliança política de seu partido, o PMDB, com o PSDB de Guarabira, atualmente liderado pelo prefeito Zenóbio Toscano.

O histórico de fidelidade da Família Paulino com o PMDB, expressado por Raniery durante participação em jornalístico matinal da Guarabira FM, deixou os âncoras do programa, radialistas Rafael San e Jean Ganso, irritados. Antes da intervenção do deputado, os dois profissionais comentavam e afirmavam, novamente, sobre aliança entre Paulino e Toscano para as eleições desse ano.

Ao ouvir as ilações, Raniery Paulino ligou para o programa e rebateu as versões dadas pelos dois profissionais, um deles ocupando cargo em comissão do Governo do Estado em Guarabira e o outro assumindo que a esposa trabalha (na condição de temporária) em órgão estadual, também na cidade.

Paulino chegou a dizer que não procedia qualquer boato, comentário ou insinuação a respeito de aliança com o Grupo do prefeito Zenóbio, até por que o PMDB vai lançar candidatura própria na cidade. Mesmo não deixando dúvida a respeito das ilações dos radialistas, o parlamentar era instigado a responder a mesma pergunta.

Foi aí que Raniery passou de entrevistado a entrevistador. O deputado perguntou aos profissionais se eles tinham ligações empregatícias com o Governo. Um deles disse que recebe recursos da esfera estadual e a esposa presta serviço à repartição do Estado. O outro assumiu a condição de comissionado.

A partir dos vínculos empregatícios e financeiros assumidos pelos radialistas com o Governo do Estado, o parlamentar disse entender os motivos pelos quais eles faziam àqueles comentários, tentando confundir a opinião pública.

– Sei de onde vem as ordens para essas ilações e cavilações. Secretários do Governo mandam vocês agirem assim. Acho até normal, mas, tenho direito de negar. Isso só está ocorrendo por que nós, da Família Paulino, não temos poder, nem dinheiro e pouco menos estamos a frente do Governo – bradou.

Falando de modo equilibrado, como sempre tem feito ao se pronunciar nos veículos de comunicação, o deputado Raniery Paulino deixou os dois radialistas irritados, provando que ambos, por terem ligações financeiras, cargos comissionados e temporários no Governo do Estado, recebem determinação para atacar a fidelidade partidária da Família Paulino ao PMDB.

– Não é desse modo que vão me fazer aliar-se ao Governo do Estado. Tenho minhas convicções e vou continuar trabalhando assim, sempre na defesa do povo na Assembleia Legislativa – afirmou. As ordens do Palácio da Redenção, segundo Paulino, são para atacar o PMDB de Guarabira, e forçar Raniery a se aliar ao governador Ricardo Coutinho (PSB).

O deputado é sócio da Guarabira FM (emissora do Sistema Correio de Comunicação) onde os dois radialistas trabalham. Raniery disse ser muita coincidência funcionários da rádio, que recebem alguma gratificação do Governo, do PSB ou de Célio Alves fazerem esse tipo de insinuação. Quem não é funcionário da emissora, nem recebem do Governo, não fazem tais comentários.

“Se vocês dizem que não recebem ordens, nem algo para fomentar esses boatos, que bom, então é de forma graciosa mesmo”, comentou o deputado. Para finalizar, Raniery assegurou: “quem diz que vou me aliar a Zenóbio é mentiroso”.

Versão dos radialistas – Durante a participação do deputado no programa, Rafael San e Jean Ganso disseram que aqueles comentários são decorrentes do que vem dos bastidores políticos da cidade. Eles também asseguram que não recebem ordens de ninguém para analisar as situações partidárias em Guarabira, pouco menos dos que fazem o PSB estadual e municipal.

Da Redação
Com Fato a Fato

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *