ExpressoPB

CG: Secretaria de Educação culpa servidores por atraso no inicio do ano letivo, Sintab rebate e acusa prefeitura de não querer dialogar


greve educacao cgO ano letivo nas escolas da rede municipal de Campina Grande vai começar com atraso este ano. Após uma reunião entre a Secretaria de Educação e representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Agreste da Borborema (Sintab), ficou decidido que as aulas que seriam iniciadas na próxima terça-feira serão adiadas e só começarão no dia 15. Essa decisão vai afetar diretamente o planejamento letivo nas 119 escolas e 35 creches da cidade.

A Secretaria de Educação explicou que a decisão foi tomada em virtude da continuidade da paralisação dos servidores de apoio, que prestam serviço nas creches e escolas municipais de Campina Grande. Segundo Iolanda Barbosa, secretária de Educação, essa decisão foi tomada por causa da indefinição dos servidores em greve sobre retorno às atividades.

Segundo a direção do Sintab, aproximadamente 1,5 mil servidores de apoio estão em greve, entre eles auxiliares de serviços gerais, vigilantes, secretárias e merendeiras. As categorias reivindicam a inclusão no Plano de Cargo, Carreira e Remuneração. Também cobram a implantação de uma gratificação de 10% para os auxiliares de serviços. O presidente do Sintab, Nazito Pereira, disse que a culpa pelo atraso no início das atividades letivas não é da categoria. “Enviamos um comunicado desde o ano passado informando que se não recebêssemos nenhuma proposta não iniciaríamos o ano letivo. Nesse período não enviaram nenhuma contraproposta”, explicou ele. Está programada uma assembleia para segunda-feira, no Cine São José, às 9h.

Da Redação
Do ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *