ExpressoPB

AG volta a taxar prefeito de Mari de “enganador” e provoca: “Dedé diz o que o Marcos manda, meu debate é com o prefeito”


Entrevista-AG-GbaO ex-Prefeito de Mari, Zona da Mata da Paraíba, Antonio Gomes, concedeu entrevista na Rádio Constelação FM pelos radialistas Levi Ramos e Tony Souza neste sábado (23) quando na oportunidade abordou diversos assuntos relacionados a cidade e a política local.

Assim como disse a Revista Expresso, em entrevista no mês passado, Antonio Gomes voltou a taxar o prefeito Marcos Martins de ‘enganador’ e elencou uma série de pessoas que afirmam terem sido enganadas pelo atual prefeito na campanha de 2012. “Pra ganhar uma eleição mentindo, eu prefiro perder, estou tranquilo porque estou com a consciência em paz, ninguém vai dizer na minha cara que eu sou um enrolão, mentiroso, enganador”, afirmou.

Leia também: “O prefeito de Mari só aprendeu uma coisa na vida: enganar”, afirma ex-prefeito em entrevista exclusiva a EXPRESSO

Durante a entrevista o suplente de vereador Dedé da Prefeitura – como é conhecido – ligou para questionar o ex-prefeito, acusando-o de ter deixado o mês de dezembro atrasado, ter deixado de repassar os descontos dos empréstimos consignados dos servidores e afirmando que tudo foi pago pelo atual prefeito.

A participação de Dedé foi ironizada por Gomes: ” Dedé diz o que o prefeito manda, quero debater é com ele, mas Dedé tem que fazer isso mesmo, agradar o prefeito. Dedé é um quarto suplente que assumiu passando na frente de três suplentes, então tem que agradar mesmo”, ironizou.

Com relação a salários atrasados o ex-prefeito negou veementemente que tenha deixado qualquer pagamento de servidor em atrasado. “Pagamos novembro dentro do mês trabalhado, pagamos o 13º no dia 20 de dezembro, conforme a lei, e dezembro pode ser pago até o 5º dia útil do mês subsequente, portanto não sai devendo como vocês tentam me acusar”, assegurou.

O radialista Levi Ramos questionou se Antonio aceitaria um debate com o prefeito e o ex foi rápido e enfático: “eu debato com ele cara a cara, mas ele não tem coragem de me enfrentar, eu enfrento ele em qualquer debate”.

Sobre os processos dos quais Dedé também o acusou de estar respondendo e sua impossibilidade de ser candidato, Antonio Gomes afirmou que só não será candidato se mandarem matar ele e foi categórico ao dizer que os processos que responde todos foram denunciados pelo atual prefeito.

“Eu entregue a prefeitura a um inimigo, eu não entreguei a prefeitura a um adversário não, então ele está procurando todas as formas de me prejudicar, tanto que ao invés de administrar vive maquinando contra mim, enquanto isso a gestão está ai abandonada”, afirmou.

O ex-prefeito Antonio Gomes voltou a pregar a unidade das oposições para tirar a cidade do caos em que se encontra e conclamou o povo para virar uma página da história de Mari onde poucos se beneficiam das benesses do poder público em detrimento de toda uma população.

Da Redação
Do ExpressoPB

 

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *