sexta, 19 de outubro de 2018
SIGA-NOS

“Eu estou desmoralizado com 75 anos de idade” desabafa ex-prefeito de Santa Rita que se diz injustiçado



Publicado em terça-feira, janeiro 12, 2016 · Comentar 

20130909172145_06-Reginaldo-PereiraO ex-prefeito de Santa Rita, Reginaldo Pereira (PRP) destacou  pontos positivos em sua gestão  e desabafou sobre sua situação política no município, sobre sua cassação e sobre a traição do seu vice, atual prefeito Netinho de Várzea Nova (PR).

O prefeito cassado ressaltou os serviços que sua gestão entregou a população, assim como afirmou que a ‘herança maldita’ deixada por gestões anteriores foi solucionada. “Se você olhar a infraestrutura, tapei mais de 10 mil buracos, tirei entulho das ruas, paguei a limpeza urbana. Eu fiz o que ninguém fez, iluminei a cidade toda, mantive o abastecimento de água da zona rural em dia, atualizei o pagamento dos prestadores de serviço. Reformei o prédio da Secretaria da Saúde e mais 18 PSFs, comprei equipamentos e acabei com a fila da morte. Reformei o prédio da Secretaria da Educação e 18 escolas, aumentei em mais de 30% as matrículas nas escolas municipais. Reformei e coloquei em funcionamento todos os CRAS, CREAS e casas de apoio. Passei pelos maiores problemas da Paraíba, e ainda tem gente dizendo que não fiz nada”, comentou.

Conforme Reginaldo, a cidade era um caos antes de ser eleito – Reginaldo Pereira passou 40 anos para ser eleito – destacando que em todas as instâncias possuía deficiências administrativas, assim como débitos públicos.  “Eu encontrei a cidade totalmente destruída e abandonada, com mais de 20 mil buracos, mais de 5 mil entulhos nas ruas, sem  equipamentos, sem coleta de lixo. Mais de 80% das ruas na escuridão, os prédios sucateados, com a pior saúde pública do estado e a educação entre as seis piores do Brasil. A Secretaria do Bem Estar com todos os centros de atividade fechados, todos os equipamentos culturais, esportivos e turísticos em ruínas, todas as demais secretarias sem projeto e atividades em execução. Foi esta a herança maldita que eu recebi. Eu recebi a cidade com R$ 300 mil reais em caixa e devendo mais de R$ 200 milhões”, disse.

Não atribuindo claramente os nomes dos responsáveis pela sua cassação, o ex-prefeito garantiu que a população de Santa Rita conhece bem todos os nomes e evidenciou que o erro foi em não saber escolher algumas pessoas que estariam ao seu lado na campanha. “A Câmara não deveria assumir a denúncia porque não tinha provas. Adversários, historicamente Santa Rita sabe quem são eles, estão dentro da Prefeitura e não me admitem. Se eu acho que existe algum pecado, quem cometeu fui eu. Porque é como um amigo do seu filho, você é quem escolhe. Você quando vai escolher um vice, precisa conhecer a família dele, as amizades dele, a vida dele. Se você me perguntar qual foi o mal que você fez esse rapaz? Eu dei tudo a ele, ele foi chefe do meu gabinete, a pessoa da minha confiança, e ele fez o que fez? Eu entrego a Deus, mas a culpa foi minha. Mas isso faz mal só a ele”, confessou.

Ao ser perguntado sobre seu possível  retorno ao cargo de prefeito, Reginaldo ainda revelou que espera com calma. “Estou paciente. Quem é que prova que eu cometi um crime? Não existe prova contra mim. O judiciário é pra fazer justiça e eu estou sendo injustiçado. Eu estou desmoralizado com 75 anos de idade, passei a vida inteira ostentando as mãos limpas e estou revoltadíssimo”, concluiu.

Da Redação
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48