ExpressoPB

Apesar de pressão de Sindicato, Cartaxo não cede: ‘Não é hora de tratar de tarifa do transporte coletivo’


CartaxoAs recentes altas nos preços dos combustíveis devido ao desabastecimento e os reajustes de tarifas em diversas capitais brasileiras, já reverberam entre o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano da Capital (Sindtur), que pede aumento das passagens, chegando a cogitar R$ 3,30.

Por sua vez, o prefeito da Capital Luciano Cartaxo (PSD), voltou a afirmar em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, nesta segunda-feira (11), que a prioridade é executar o que foi planejado em 2015 e novamente afastou que vá haver diálogo sobre reajuste no momento.

“Temos um cronograma de execução e nosso planejamento no dia-a-dia. Não está na pauta fazer nenhum debate ou avaliação sobre tarifa de transporte coletivo”, afirmou destacando que esse assunto “ficará para outro momento”.

Em compensação, a pressão por parte do Sindtur continua e já se especula o aumento da passagem para até R$ 3,30, com isso o prefeito pode sancionar na casa dos R$ 3,00 e dar a entender que o pessoense ‘saiu ganhando’.

Arrematando o prefeito ratificou que agora é o momento de continuar o que foi planejado.

Da Redação
Com Paraíba.com.br/Foto: @ExpressoPB

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *