ExpressoPB

Matheus Bezerra participará da tradicional Festa de Reis de Bananeiras e reforça potencial da cidade na rota do turismo


Mateus-BezerraComo faz todos os anos, nesta semana, o vice-prefeito de Bananeiras e pré-candidato a prefeito em 2016, Matheus Bezerra (PMDB), participará da procissão, missa e festejos referente às comemorações da tradicional Festa de Reis da cidade que tem seu cume na próxima quarta-feira (06). Matheus destacou a importância do evento dentro das festividades do município, como também lembra o potencial do turismo religioso na cidade que na sua visão pode ser mais bem aproveitado, tendo em vista que esse é um dos ramos do turismo mundial que mais cresce na atualidade.

Segundo Matheus, a Festa de Reis da cidade é uma das festas mais importantes da cultura popular na região, como um espaço para o resgate e consolidação da memória e a reconstrução de um jeito de ser, de pensar e de agir que funciona como âncora identitária da população bananeirense.

Para ele, a Festa de Reis, preserva os elementos de sua origem bíblica que relata a visita dos três Reis Magos ao filho de Deus, buscando assim oportunizar a participação de todos os moradores da região. “A Festa de Reis de Bananeiras é um tempo e espaço para fazer memória de fatos passados, de ensinamentos que estão adormecidos, mas são despertados pela coletividade e atualizados na vida de cada um”, assegura Matheus.

Nesse sentido, Matheus afirma que a festa cumpre um importante papel: que é o de reunir antigos moradores da cidade que vivem em outros lugares e estados. Além de proporcionar o encontro de amigos, reviver as saudades, ativar a memória que foi construída pela coletividade, reavivando também os valores e crenças.

Para o peemedebista o valioso patrimônio religioso existente na cidade como: Carmelo Sagrado Coração de Jesus e Madre Teresa, o Cruzeiro de Roma (localizado a 550m de altitude que é um dos pontos turísticos mais visitados do brejo), e a própria igreja Matriz Nossa Senhora do Livramento asseguram a Bananeiras todas as condições para se assumir como um polo no turismo religioso na região. Segundo Matheus são inúmeros os potenciais benefícios que a região pode e deve aproveitar graças às suas mais-valias num setor com grande impacto no crescimento econômico do país. “Temos uma belíssima Festa de Reis, bem como eventos da comunidade evangélica de grande porte que deviam receber apoio e divulgação maiores dos entes públicos para que possam assim trazer mais turistas para nossa cidade gerando emprego e renda para os bananeirenses”, disse.

De uma maneira geral, Matheus afirma que o Turismo Religioso deve seguir a orientação de ser Turismo Sustentável: economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente adequado.

Estudo de abril deste ano do Ministério do Turismo aponta que as viagens religiosas estão em alta, gerando empregos e movimentando a economia, já que os viajantes injetam recursos nas localidades, com seus gastos com hospedagem, alimentação, compra de produtos religiosos e artesanais, entre outros. Todos os anos, milhões de peregrinos visitam locais de devoção no Brasil e Bananeiras segundo o pré-candidato a prefeito em 2016 tem um enorme potencial a ser aproveitado.

O Turismo Religioso de acordo com o peemedebista também pode contribuir na promoção e divulgação da localidade, do destino turístico, podendo ampliar o fluxo de visitantes, onde através de investimentos para sua realização, gera emprego e renda, principalmente quando são organizados eventos capazes de atraírem visitantes regionais, nacionais e/ou internacionais.

Da Redação
Com Assessoria de Comunicação

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *